X

michael santine

Amor No Ventilador
#AmorNoVentilador – 10 Razões para ser Gay
29 de janeiro de 2016 at 21:09 0

Eu amo gays. Sejam eles homens, mulheres, trans. Gay é vida. Sempre fui amiga de gays, moro com um gay e inclusive sou irmã de uma. Pra mim não existe o "diferente" ou a "minoria" e sim o igual. E, pra mim, gays são iguais a todos. E, óbvio, que apesar da brincadeira do título, todo mundo sabe que ninguém "se torna" gay. Quem é gay nasce gay, cresce gay e vive gay! Dentro ou fora do armário, serão sempre gays! Como artista, tive a sorte de crescer em um meio onde o preconceito é um pouco menor e luto por um mundo onde eles sejam tratados como iguais.

Portanto, seguem dez lindos e divertidos motivos pra ser gay! Com muito orgulho! E aposto que você pode citar vários outros! Comenta aí :)

1 – Você pode dormir na casa do seu namorado sem levar uma muda de roupas, você pode usar as roupas dele.

gay1

2 – Se você é menina você pode chegar pro seu pai e dizer: Pai, sou gay! Mas pensa pelo lado positivo, pelo menos não tem ninguém me comendo! (não do jeito que você conhece.. rs)

gay2

3 – O Ménage à Trois é muito mais democrático.

gay3

4 – É a obrigação de quem pagar a conta? Abrir a porta do carro? Estar depilado? Existe essas obrigações?

gay4

5 – Não tem golpe na barriga.

gay5

6 – No casamento gay não tem estrela, ou são duas noivas ou nenhuma.

gay6

7 – Os homens gays têm a força do homem e a sensibilidade da mulher.

gay7

8 – Tem muito gay por aí pegando mais mulher do que os heteros.

gay8

9 – Gay pode usar camisa rosa e ouvir Lady Gaga sem ninguém encher o saco.

gay9

10 – Os gays fazem o melhor sexo oral do mundo! Sejam homens ou mulheres!

gay10

Veja o vídeo que fiz falando sobre isso:

Beijos e até o próximo post! Tati :)
CONTINUE READING ...
#LookDoDia, Moda, News
O que você acha das Leggings masculinas?
27 de janeiro de 2016 at 18:27 4

Leggings masculinas??? É isso mesmo produção? SIM!

Em meados de 2010 surgiu uma nova palavrinha no fantástico dicionário das modas: “meggings”. MegWHAT?! Ok, se você for um fashion follower do tipo carteirinha homologada pela Vogue, vai saber, claro, que trata-se das famosas leggings masculinas. Men+leggings = meggings (duh!). Enfim, novos nomes fofos (hum) para coisas que já existiam nesse mundão dos deuses fashionistas. Mas o importante nisso tudo é: boyz, considerem escolher um modelo pra chamar de seu. Já.

Claro que eu resolvi testar essa moda!

maicon_santini_meggings_legging_masculina_3

As leggings já fazem parte do armário masculino há um bom tempo. Antes dos macho mans bradarem que só as gays vão querer usar, saímos antes e trouxemos essa historinha bela para refrescar a memória de todos: homens estão usando leggings desde... sempre. É só lembrar das ilustrações e pinturas da idade média, por exemplo, com homens usando calças ultra justas, gente. Hello, afinal de contas, é apenas uma calça.

maicon_santini_meggings_leggin_masculina

Mais recentemente, em 2007, a Calvin Klein mostrou seus modelos de meggings na sua passarela e, em 2010, confirmando tudo, Martin Margiela também. O espírito rocker de Hedi Slimane para Saint Laurent também trouxe meninos em modelagem ultra slim, tipo legging mesmo.

maicon_santini_meggings_leggin_masculina_3

E é, aliás, no universo do rock, que diversas inspirações são encontradas. Freddie Mercury, Iggy Pop, Mick Jagger, enfim. Lembramos também do Metal Glam, com nomes como Guns'n'Roses ou Skid Row - e dá-lhe meggings nos palcos! Hoje, nas ruas, Keane West, Lenny Kravitz e (até!) Justin Bieber trazem boas propostas pra tentar um ctrl+c, ctrl+v.

legging_megging_justin_bieber

Dependendo como se usa, como tudo nessa vida, né, a proposta fica mais arrojada, mais fashion, mais grunge, mais #sexysemservulgar. Rs.

maicon_santini_meggings_legging_masculina_4

Eu fucei marcas brasileiras e acessíveis pra gente e encontrei a Nylow! Uma nova marca que chegou no mercado para propor um olhar novo para as leggings. Lá você encontra uns modelos totalmente diferentes do convencional e estampas possíveis para garotos. A dica é: provem os modelos da linha #Pump. Ah, e os prints Pacman e de F1. Como? Exemplos?

Deixa com a gente:

maicon_santini_meggings_legging_masculina_2

1 - Com coturno e tee oversized - Para não marcar o pacotão, invista numa camisetona de basquete, tamanho XXXLLL, se tiver. A trend é essa mesma: parecer que o defunto era bem maior que você. Tipo Shaquille o'Neal meets Leonard Hofstadter.

maicon_santini_meggings_leggin_masculina_4

2 - Com bermudão e tênis cano alto - À la Givenchy boys, com cordão comprido e tee com uma estampa floral. Selo #tounylowtoumusa total. Com camisa de tecido comprida e oxford – Vale completar com um colete ou um blazer.

maicon_santini_meggings_leggin_masculina_2

E do restos, use sua criatividade! Crie seu estilo! E as meninas? "Nossa que vontade de usar também", dirão! Sim, gender bender é bem isso aí. Com bomber jacket e tênis estilo Vans – Aqui vale a lógica que muitas vezes explicamos para as meninas: muitas vezes marcar os documentos não é, digamos, digno do selinho da elegância. Por isso, caso não opte por uma tee oversized, que ela seja mais compridinha, né.

Texto: Raquel Gaudard e Maicon Santini

Imagens: Maicon Santini e Ximene Rodrigues

Conheça mais leggings e meggings na @nylowland

CONTINUE READING ...
#FaloMesmo
#FaloMesmo – Dei piti!
22 de janeiro de 2016 at 01:39 0
Piti, barraco, chilique, se "embucetar", crise de bichisse, fazer a louca... dentre os vários sinônimos que eu uso pra designar esses momentos, todos significam a mesma coisa: do nada eu vou lá e chuto o pau da barraca. (eu disse chuto e não chupo, alto lá!) Já reparou que, às vezes -quase sempre-  nós mesmo é quem armamos as confusões nas nossas próprias vidas? Nós mesmos cavamos brigas, discussões, rompimentos... e, de repente, o que estava calmo, vira uma tempestade. Tudo por causa de um piti nosso. Eu já cansei de dar piti na minha vida. No geral, sou muito calmo. Engulo sapos, elefantes, cidades inteiras. Mas, do nada, BUM! Explodo sem aviso prévio. Dou o maior piti, armo o maior barraco e não sobra nada! Pareço um terremoto que chega sem avisar e derruba tudo e todos. A verdade é que eu odeio dar piti. Acho que tudo na vida se resolve com diálogo, com calma. E sempre reflito sobre isso: Por que mesmo odiando "dar piti", eles acabam acontecendo de vez em quando? Toda vez que eu dou piti, me sinto tão mal, que acabo pedindo desculpas até pra quem nem devo satisfações. Me sinto um lixo e mesmo sabendo que em alguns pontos até tinha razão, depois do piti, tenho até preguiça de mim mesmo. Minha intenção é que cada vez menos essas situações "pitizentas" aconteçam na minha vida. E, analisando todos os pitis que eu já dei, cheguei a um denominador comum: EGO. Todas as vezes que eu não consegui segurar a onda, conter meus impulsos negativos, minha raiva, indignação e transformar todos esses pontos ruins em um bate papo de "gente grande" foi porque eu estava motivado por alguma razão egoísta, alguma perturbação do meu ego. E o ego, convenhamos, é uma faca de dois gumes. Tem seu lado bom e essencial -afinal todos precisamos ter um pouco de ego, faz parte da gente- e tem seu lado terrível que me faz, particularmente, travar um briga com ele sempre! Ser artista mexe muito com o ego da gente e nós temos bem mais problemas egocêntricos que aqueles não artistas. Trabalhamos com a imagem, exposição, existe o fator fama e, juntando tudo isso, se você não cuidar, seu ego vira o filme de terror da sua vida. Como budista há pouco menos de dois anos e sendo uma pessoa que adora ler sobre física quântica, sei que ainda tenho muito a aprender. Mas uma das primeiras lições que entendi é que somos responsáveis por exatamente tudo que nos acontece, seja bom ou ruim, tudo em nossas vidas somos nós que, de uma forma ou outra, permitimos. Ok, resumindo a ópera: dome seu ego. Não deixe que o lado ruim dele prevaleça sobre você. Não deixei que ele dome sua mente em momentos de raiva e aborrecimentos, pois só assim você conseguira resolver uma situação ruim sem precisar dar um piti. E isso não significa que você precise se rebaixar a alguém, ser feito de bobo ou trouxa pois é justamente o contrário: não dar um piti é a maior prova de maturidade e calma espiritual. Significa que você está sempre vendo a situação de cima, como se numa briga, você conseguisse dar um "pause" e olhasse tudo de cima, imparcialmente, capaz de decidir o caminho mais justo. É fácil? Nem um pouco. Em um mês completo trinta anos e ainda tento evitar os pitis. Último domingo eu quase dei um. Me segurei. Cheguei a ameaçar, a anunciar o piti, mas consegui me conter e parar pra raciocinar. A intenção é sempre evoluir, portanto dá próxima vez, não quero nem pensar em anunciar um piti, pois ele já não será uma opção válida. Assim a gente espera, né? fica-calmo-e-para-de-dar-piti      
CONTINUE READING ...
#Maicaquices, Culinária
A receita do meu famoso Bolo de Carne!
13 de janeiro de 2016 at 16:26 0
Quem me segue nas redes sociais, principalmente no snap, assistiu esses dias eu ensinando a fazer meu Bolo de Carne! Essa receita é minha preferida! Todos os meus amigos e parentes amam e sempre pedem pra eu fazer! Como Snap só fica disponível por 24hs e some, aliás se você ainda não me segue lá tá esperando o que? é maiconsantini! Resolvi postar aqui e eternizar minha receita pra todos vocês! Sim, porque eu não sou desses de guardar receita em segredo! É muito fácil, simples, barato e, garanto, MUITO gostoso! Então, vamos lá! Ingredientes: 1kg de carne moída (Se você aumentar a quantidade de carne, aumente proporcionalmente os outros ingredientes!) 1 pacote de creme de cebola 1 ovo 1 1/2 colher  de sopa de margarina ou manteiga 1 cebola grande Um pedaço de bacon de mais ou menos 250g Um pedaço de queijo mussarela de mais ou menos 2oog Azeite extra virgem Modo de preparo: Primeiro passo é picar toda a cebola em quadradinhos. O Bacon a mesma coisa, mas você precisa reservar 6 tiras fininhas que irão por cima do bolo enquanto assa. O queijo você deve também cortar em quadradinhos pequenos e reservar. cebola_picada ???????????????????????????????

Em uma panela coloque o bacon, meia colher de margarina ou manteiga, e um pouco de azeite pra ir fritando. Quando ele começar a dourar, acrescente a cebola e deixe os dois fritarem juntos até dourarem!

Enquanto eles estão na panela, pegue uma xícara grande e coloque uma colher de margarina/manteiga e leve ao microondas pra derreter por 30 segundinhos. Misture um ovo e todo o pacote de de creme de cebola e reserve, pois esse é todo o tempero do nosso bolo de carne. creme_de_cebola Agora, pegue uma forma média e coloque a carne, jogue por cima o bacon e a cebola frita e a mistura do creme de cebola. Na própria forma misture bem pro tempero pegar em toda a carne, bem como a cebola e o bacon se espalharem. Depois que estiver tudo bem misturadinho, espalhe a carne pela forma, dispondo ela como um bolo mesmo. (muita gente ensina essa receita em formato de rocambole, eu não recomendo, porque geralmente não assa direito dentro ou demora demais!) bolode carne Pra finalizar, você vai enterrar os quadradinhos de queijo dentro do bolo! Ai vai do seu gosto, quantos você quiser. Geralmente eu deixo um espaço de 3 a 4 centímetros entre cada pedaço de queijo. É o suficiente pra dar sabor e ter queijo por todo o nosso bolo. Coloque as fatias finas de bacon por cima (geralmente 6) e um fio de azeite por todo o bolo pra dar mais uma hidratada na carne. Agora leve ao forno de 200 graus. Depois de meia hora no forno, você vai ver que o bolo soltou muito líquido e gordurinhas. Retire o bolo do forno e escorra todo esse líquido. Devolva ao forno e deixe por mais 10 a 15 minutos na temperatura de 250 graus! Fácil né? Espero que vocês aproveitem! Pra acompanhar o bolo de carne, fica a seu critério. Uma salada, um simples arroz branco, maionese de batatas, risoto.. tudo combina! Aproveitem e depois postem fotos no insta com a tag #BlogDoMaicon pra eu ver o bolo de vocês! ok? Beijos do Maicon :)
CONTINUE READING ...