X

maicon santini

#FaloMesmo, #Maicaquices
O ano só começa depois do carnaval?
12 de janeiro de 2016 at 22:52 0

Todos os anos é a mesma coisa. Na noite de ano novo, todos promete mundos e fundos, fazem desejos e mais desejos ao Universo, pulam ondas, comem uvas, lentilha... e no dia primeiro de janeiro, o que acontece? 99% das pessoas esperam que os desejos da noite anterior caiam do céu enquanto estão mortas no sofá aproveitando o primeiro feriado do ano (a maioria delas de ressaca).

Mas, e aí? O que fazer pra que o Universo realize todos os nosso desejos? Eu resumo tudo em uma palavra: foco. Se você mantém seus desejos e sonhos como foco da sua vida, mais cedo ou mais tarde eles se tornaram realidade. Se você deseja saúde e um corpo lindo, basta manter o foco e cuidar da sua alimentação todos os dias da sua vida e não esperar a tal segunda-feira que nunca chega pra começar a tal dieta que você nunca fez. Se você deseja mais dinheiro, organize suas finanças e veja onde pode economizar e o que você pode fazer pra aumentar sua renda nas suas horas vagas, ou então até revolucionar sua vida e começar um novo negócio ou trocar de emprego.

Hoje, o dia em que estou escrevendo este texto, já é dia 12 de janeiro. Desde o ano novo o que você já fez para caminhar de encontro aos seus sonhos? Pois é, não se preocupe, se sua resposta foi "fiz pouco ou quase nada" você não está sozinho, está entre a maioria.

Portanto só depende da gente mudar isso! Eu estou tentando e você? vamos mudar? Pense: daqui a  um ano você pode estar comemorando algo que você começou hoje.

Pra tratar sobre esse assunto com mais humor, claro, eu fiz um vídeo no meu canal com participação do meu amigo Joel Vieira do Canal aNellysando :)

Me siga nas minhas redes sociais que estão aqui do ladinho (->) e até o próximo post! Beijos do Maicon :)
CONTINUE READING ...
Amor No Ventilador
#AmorNoVentilador – AH! O Natal!
23 de dezembro de 2015 at 20:02 0
Natal é sempre muito gostoso! Família reunida, comes e bebes pra dar e vender, abraços emocionados, troca de presentes e, claro, alguns micos básicos! A começar pelo amigo secreto no que, ao meu ver, você pode acabar pra sempre com uma relação familiar ou de amizade dependendo de como você vai descrever seu amigo. Cuidado também pra não beber demais e acabar revelando coisas muito íntimas a respeito de algum parente, como, por exemplo, uma herpes em algum lugar obscuro que a pessoa eventualmente adquiriu ao longo do ano e acabou te confessando. Com alguns cuidados e algumas papas na língua e um pouco menos de teor alcoólico no sangue, tenho certeza que você terá um belíssimo Natal!
Á todos os leitores do Blog do Maicon e à todos os fãs do Amor no Ventilador um lindo Natal, cheio de coisas gostosas, amor, afeto, aceitação, cumplicidade e boa sorte. Bora se amar, gente! Bora se amar e fazer muito sexo gostoso!
 
CONTINUE READING ...
Amor No Ventilador
#AmorNoVentilador – Um vício chamado Paixão!
1 de dezembro de 2015 at 18:51 0

Tô Apaixonada!

Nada, nada, NA-DA nos deixa tão felizes e dispostos como quando estamos apaixonados – e correspondidos, obviamente, do contrário teríamos o desejo de uma morte rápida e fulminante. Quando nos encontramos nesse estado de plenitude o céu é mais azul, a vida é mais colorida, o canto dos pássaros é mais bonito e foda-se o cheque especial, a derrota do seu time, o dedo que você cortou abrindo a lata e que ainda continua sangrando porque o que interessa é que eu te amo e com você meu mundo fica completo! (Suspiros! Muitos suspiros!!). Realmente, inegavelmente e indubitavelmente é a mais delícia das delícias! É mais gostoso que sorvete de chocolate, cerveja gelada e brisa de verão. Mas – convenhamos -, que acompanhada dessa sensação de completude está o chão que insiste em sumir debaixo dos nossos pés e o medo de cair num buraco negro sem fim caso esse história de amor acabe tão logo começou. A paixão é toda capaz de tirar nossa paz e o ar dos nossos pulmões sem nos colocar nada no lugar. Seja por medo de perder a pessoa amada ou seja por pura saudade mesmo, porque, numa hora dessas tudo o que queremos é estar 25 horas por dia colados com o ser amado, respirando o mesmo ar, vendo o mesmo céu, sentindo a mesma temperatura e ai, desse universo tão cruel que ousa nos separar ainda que seja por algumas horas. A sensação é de morte eminente. Mas calma! Isso acontece com todo mundo e é cientificamente explicado. Esse estado de paixão absoluta altera nossos hormônios por completo a ponto de nos deixar em estado de abstinência quando estamos longe da pessoa, como na ausência de uma droga pra um dependente químico. Acha exagero? Antes fosse. O estado da paixão está bem ali, metida entre os vícios e os transtornos obsessivos. Acho que a partir de agora você vai pensar duas vezes antes de se entregar à uma tórrida, inebriante e avassaladora paixão. Só que não. Tem coisa melhor nessa vida do que se ver completamente apaixonado e correspondido? Não, não tem. E sim, somos que nem o louco do tarô nesse momento, com nosso pezinho fora do abismo nos colocando à disposição de todos os riscos recorrentes dessa delícia.

Se não acredita, dá uma olhadinho no que eu falo no vídeo! rs

Let´s falling in love!!!

E depois, se inscreva no canal! Porque é de graça e faz bem, igual paixão! <3
CONTINUE READING ...
Amor No Ventilador
#AmorNoVentilador – Sexo no Primeiro Encontro
23 de novembro de 2015 at 04:26 0

Até muito pouco tempo atrás – dependendo da relatividade do “pouco tempo”, já que este tem passado tão rápido – eu achava que o sexo casual, sexo pelo sexo, sexo com alguém que eu acabara de conhecer era tão fadado ao fracasso quanto o sexo obrigatório de anos de uma relação que já não tem futuro. Eu via isso como um ato de desespero, como uma fuga de mim mesma. E, por muitas vezes, talvez tenha até sido. Mas, com o passar desse tempo cruel que não para, não importa o que aconteça - e com a maturidade batendo à porta – eu descobri que pode sim existir uma parcela mínima – menos que ínfima – de algum tipo de amor nesse ato tão impulsivo de entregar seu corpo e seu prazer à alguém de tão pouca intimidade. Mas o que é a intimidade, não é mesmo? Ela tem que começar de algum lugar. Eu não seria leviana em afirmar que isso está certo ou errado, afinal, quem sou eu na fila do pão? Mas eu, como boa geminiana curiosa e ouvinte das historias e experiências alheias, percebi que existem muitas historias de amor de sucesso que começaram não de um jantar romântico, nem de uma rosa vermelha, muito menos de um cavalheirismo em forma de um anel, mas sim de uma noite tórrida de sexo que, a princípio, tinha como único objetivo gozar. Vai saber, vai entender!! A única certeza que eu tenho é que pra nada nessa vida existe regra. O amor pode sim ser sexualmente transmissível, transmissível pela pele, pelo gosto, pela saliva, pelo cheiro, pelo toque, e, por que não, pelo gozo. A vida é curta demais pra que percamos tempo nos preocupando com convenções ou com o que a sociedade irá pensar ou como ela irá julgar nossos atos, que são nossos e de mais ninguém. Nossas vontades e desejos são pessoais e intransferíveis, isso significa que ninguém, absolutamente ninguém tem o poder de mudar nossas ânsias – infelizmente pra alguns conservadores, mas felizmente pra nós mesmos, pois só nós podemos assassinar toda e qualquer fome que nosso corpo venha a sentir. E, vamos combinar: ninguém tem nada a ver com isso!

CONTINUE READING ...
Amor No Ventilador
#AmorNoVentilador – Vamos falar de tipos de pintos?
11 de novembro de 2015 at 11:33 0

Sejamos francos, sempre que conhecemos alguém interessante ficamos na expectativa do sexo. Se vai ser bom, se o cheiro da pessoa é gostoso, se a pessoa sabe fazer aquilo naquela posição que você tanto gosta, se a pessoa tem frescuras e limites ou topa coisas novas, se a pessoa vai fazer algo com você que ninguém nunca foi capaz de fazer, etecetera, etecetera, etecetera. E lógico, sem sombra de dúvida, nossa cabecinha cheia de sugestões irá imaginar como deve ser a parte íntima do eleito. Quem nunca? Quem nunca se pegou examinando por cima da roupa os peitos de uma gata e imaginando qual a sensação que deve ser ter aqueles peitos bonitos nas mãos? Quem nunca se pegou manjando rola de um moçoilo, desenhando mentalmente como seu membro deve ficar quando ereto? Se ele envereda pra um lado, se é circuncisado ou não, qual seu tamanho e dimensão e que tipo de performances ele pode ser capaz de fazer. E a vizinha, será que tem grandes lábios carnudos? É humano passear mentalmente por dentro das roupas da pessoa a quem dedicamos nosso desejo carnal, somos feitos de carne e osso e temos sangue latino correndo nas veias. E depois que descobrimos todas as formas corporais e performáticas do nosso alvo sexual é normal dar – pelo menos – um pequeno spoiler à uma amiga, um amigo, dois talvez, dependendo da intimidade até numa roda inteira de amigos. Afinal, que graça teria guardar tudo pra gente? Com a mais absoluta certeza nosso eleitorado também imagina coisas infinitas acerca do nosso corpo e dos nossos talentos amorosos e, obviamente, também divide suas impressões com os amigos íntimos. E sabe-se lá quantos amigos íntimos essa pessoa tem.

Fiquem tranquilos meninos, não estamos aqui pra falar mal de nenhum tipo de pinto e muito menos pra traumatizar quem quer que seja, são apenas pequenas observações sobre o corpinho de vocês, que nós, mulheres apaixonadas por vocês, e os gays também apaixonados por vocês, adoramos! Espero que gostem, se divirtam e, claro, se identifiquem com algum dos formatos citados aqui. Depois me conta qual tipo é o seu.

Aproveita e clica nesse vídeo que eu fiz sobre "Tipos de Pinto"!

CONTINUE READING ...
#Maicaquices, Cinema, News
S.O.S. Mulheres ao Mar 2 – Uma comédia pra família toda!
25 de outubro de 2015 at 22:52 0
Na sexta, dia 22 de outubro, estreou em todo o Brasil o filme "S.O.S. Mulheres ao Mar 2" e o #BlogDoMaicon foi conferir a pré-estréia do filme em São Paulo! Preciso confessar pra vocês que toda vez que estréia uma comédia brasileira no cinema, tenho medo de ser mais um filme daqueles meio sem graças, feito apenas pra manter globais em cartaz e fazer a função de "caça níquel". Graças, temos visto muitos filmes que vem mudando essa história nos últimos anos e trazendo qualidade ao cinema nacional! S.O.S. 2 é um deles! Que filme deliciosamente divertido! Thalita Carauta, Giovanna Antonelli e Fabiula Nascimento dão um show de interpretação e nos fazem gargalhar em vários momentos! Vale a pena você correr pro cinema e conferir! Veja aqui o trailer do filme e também a entrevista dos atores pro meu canal! https://www.youtube.com/watch?v=-4fE6M8Yr9I https://www.youtube.com/watch?v=G964LMajB6Y  
CONTINUE READING ...
#TudãoDaLola
#TudãoDaLola – Não leia esse texto
16 de outubro de 2015 at 04:17 0
Ler é estúpido. Estou desesperada. Tenho 6 livros na cabeceira da minha cama.Todos comecei a ler e não terminei. Olho pra eles e não quero voltar a ler nenhum. Nota mental: comprar um livro novo. Preciso? Livros são sempre bem vindos. Mas não, eu não preciso. Quer dizer, todos os livros que já comprei eu precisava MUITO na hora que estava na livraria e decidi levar. Nota mental daquele momento mágico na livraria: como pude viver sem ter lido esse livro até hoje? Compro. No máximo 3, mas às vezes 4.    Tenho dois tios que não lêem nada. Nem jornal, nem revista, nem Facebook. São riquíssimos, mas não lêem. Não sei porque fiz essa comparação. Ah sei, mas isso é tema pra um próximo #tudão. Da onde veio essa história de que ler é importante?  Se você é da turma dos meus tios que acha que ler é estúpido, você está certo. Pare de ler esse texto e vá fritar batata frita. batata Chego em casa e começo a ler. Descubro que aquele livro descoberta do ano que eu acabo de comprar não era tão necessário assim. Insisto, não rola, paro, vou fritar batata frita. Pronto, mais um livro sem fim, órfão de mim. Tenho um amigo que termina de ler todos os livros que ele começa. Na boa, pago um pau pra ele. Não no sentido literal, até porque tenho certeza que ele não está disponível pra que eu pague esse pau (a fruta dele é outra), mas no sentido literário sim. Ha! Olha ela, brincando com as palavras literal e literário. Queria ser que nem ele. Ele também brinca com as palavras, mas não gosta de gente que usa a palavra literal(mente) do modo errado. Eu posso não terminar de ler livros que começo, mas uso a palavra literal(mente) do jeito que eu quiser.

E eu também roubo, mas não no sentido literal. Leia e descubra.

Nunca roubei livros, nem nunca roubei um livreiro. Só roubei na Disney, uma experiência traumática que quase acabou com a minha viagem de 15 anos. Quando leio, eu roubo é de mim mesma. Pulo páginas do livro que estou lendo, às vezes capítulos. Esse não, esse não, hummm, chato, esse não também. Posso viver sem saber disso e ah.. olha só, acabou o livro. Acabei de ler o livro. Ladra. Minha mãe diz que eu leio muito. Ela fala como se o tanto que alguém lê fosse diretamente proporcional ao quão genial a pessoa é. É? Tudo que eu leio eu esqueço. É? É, esqueço. Os livros que terminei de ler não me lembro mais do começo, do meio e vou me esquecer em breve do fim.

Os índios são como os meus tios, não lêem.

Não to falando do índio de bermuda, internet, que pega gripe e toma Fanta laranja. Esses já estão fritando batatas. Minha cabeça está a mil. Dizem que os livros vão acabar com a revolução dos eletrônicos. Tem outros que dizem que vai ser que nem o rádio, não vai acabar nunca, mesmo com a tomada das TVs. Tem a galera que ama o cheiro do papel e a sensação de abrir um livro, mas um dia essa galera vai morrer. Meus tios que não lêem não estão nem aí. Estão muito felizes com seus Iphones de última geração e com a nova versão do Candy Crush. Já tomei um litro de chá de camomila frio e não funcionou. Minha mãe está do meu lado, querendo saber sobre o que vou escrever hoje. Sobre muitas coisas, mãe. Escrevo sobre os livros - órfãos da minha cabeceira. Não sei porque leio. Não sei porque você me lê. Minha mãe começa a meditar, fofa. Eu bombo de escrever sobre não ler. Olho pro lado e a cabeceira está me encarando... Num ataque fatal, ela lança os 6 livros - órfãos na minha cara. Eles estão afiados como lâminas e cortam meu rosto. Começo a sangrar, entro em desespero. Minha mãe medita serenamente.

Pulo em cima da cabeceira e começo a estrangula-la.

Os livros órfãos voam em rasantes tentando me cortar mais. Grito: “Ler é estúpido! Meus tios ricos não lêem!”. Descubro tarde demais que a cabeceira é faixa preta no jiu-jitsu. Ela me ataca em 3 golpes precisos e antes que eu possa revidar, me finaliza num mata leão. Não satisfeita, enfia os 6 livros - órfãos na minha boca e me deixa morrer ali, sufocada de mim. Minha mãe sai de meditação e fica impressionada com o tanto que já escrevi. Tá rendendo heim filha? Tá sim, mãe. Tá com fome? Ela traz uma pera. Suculenta e literal. Eu como, tensa, encarando a cabeceira que não me matou dessa vez por piedade.“Na próxima você não me escapa”- disse a cabeceira num ranger de dentes. Tudo o que eu escrevo é estúpido. Deveria fritar batatas e ler menos. Um amigo diria, literalmente.  
CONTINUE READING ...
#Maicaquices, News
#CanalDoMaicon – “PESADELOS MOLHADOS”, Terror Trash é o tema do vídeo da semana!
6 de outubro de 2015 at 02:05 0
Eu sempre amei filmes de terror! De todos os tipos, os bons, os trashs, os comerciais, os cults e clássicos! Terror é um dos meus gêneros preferidos de filme! Diante disso, resolvi criar a categoria #TerrorDeSegunda. Segunda porque sai na segunda e também porque é de segunda, né gente! hahaha O primeiro filme dessa categoria é o "Pesadelos Molhados"! Se joga, aproveita e se inscreve no canal que logo vamos chegar a 100 mil inscritos!
CONTINUE READING ...
Amor No Ventilador
#AmorNoVentilador – Todas as solteiras!
29 de setembro de 2015 at 02:05 0

As suas amigas estão todas namorando. Seus amigos também. Seus amigos estão namorando suas amigas. Até aquela sua amiga introspectiva e cafoninha, até aquele seu amigo nerd e sociofobico. Você sai pra dançar e só vê casais, vai correr na praia, mais casais, vai ao cinema numa terça-feira à tarde achando que conseguirá se livrar dos pombinhos – ledo engano. Eles estão por todos os lados. Os casais apaixonados, trocando juras de amor e pendurando cadeados cheios de promessas pelas pontes do mundo, brotando o tempo todo em qualquer lugar e a qualquer hora. E você parece ser a última das solteiras. Toda vez que você encontra sua vizinha no elevador - aquela que é casada com um personal training e tem um casal de Golden Retrievers – ela pergunta com aquela cara lavada de quem acabou de transar em todas as posições e em todos os cômodos do apartamento: “E, aí? Arrumou um namorado?”. Em todo jantar de família todos os seus entes – não muito – queridos, incluindo a sua tia gorda e solteirona – porque todo mundo tem uma – fazem questionários intermináveis sobre quando você terá um marido, filhos, papagaio e periquito. Então não te resta mais nada a fazer a não ser encher a barriga de churrasco e banana flambada, afinal de contas foi só por isso que você foi e acaba a noite deprimida e arrependida de tantas calorias consumidas. Conforme sua solteirice vai durando, você vai aprendendo a contornar essas situações, inventa um namorado factoide pra família, diz que ele ta sempre viajando a trabalho, afinal ele é um homem de negócios, coloca música alta todas as noites, fazendo da sua cama uma cama elástica enquanto geme, uma noite em inglês, outra em italiano, outra em mandarim, pra sua vizinha achar que você pega um gringo diferente por dia, manda flores pra você mesma no meio do expediente e faz mistério pras colegas de escritório, e assim por diante. Porque é preciso sobreviver, mas obviamente isso é temporário, todas nós sabemos que, de uma hora pra outra, tudo pode mudar, de repente, assim, não mais do que de repente, você pode tropeçar em alguém que poderá fazer parte da sua vida pro resto da sua vida, enquanto o resto da vida de vocês durar!!! Ah, mas aí, meu bem, tem que ser alguém que valha muito, mas muito a pena porque, vamos combinar, ficar solteira não é tão ruim assim! Sair e voltar a hora que quiser, beijar o primeiro que te tirar pra dançar – o segundo também -, não dever satisfação, ser paquerada sem culpa e saber ser feliz por conta própria. Salve as solteiras!

CONTINUE READING ...
#Maicaquices, News
Grindr, Torta na cara e Amor! Maicon em três canais diferentes do YouTube no mesmo dia!
16 de setembro de 2015 at 20:29 0
Não é porque eu criei o meu canal que eu deixei, como de costumes há anos, de participar dos canais de amigos! Vamos falar de amor? Chama o Maicon! Vamos zoar as mensagens do Grindr? Chama o Maicon! Vamos dar torta

Amor No Ventilador - Só o Amor Responde #5

Essa já a quinta vez que eu vou no Canal da Tati Pasquali responder perguntas do #AskAmorNoVentilador. Além de divertido é sempre bom conversar e trocar segredos de amor e sexo com vocês! https://www.youtube.com/watch?v=Nt3yzAV3w4w&index=1&list=PLLv40F26LA-fpsaOn6ISNQ00wTc7kpwp-

Põe na Roda - MENSAGENS CONSTRANGEDORAS NO GRINDR 3

Sou fã dos meninos do Põe na Roda! Até vídeo no banho pra divulgar o Canal, no início deles eu fiz! (hahaha) E dede o vídeo "Escolinha de Drags" eu não aparecia por lá! https://www.youtube.com/watch?v=FtWD_5Vid7c

Canal Da Véia - TORTA NA VÉIA

O DJ Zé Pedro começou um canal a pouco tempo e é muito divertido! Se você ainda não conhece, vai lá espiar os vídeos dele! Fui gravar com ele e pela primeira vez brinquei de torta na cara! Adorei! hahaha Chantili pra todos os lados! https://www.youtube.com/watch?v=84uZraBlfTs
CONTINUE READING ...